Pular para o conteúdo principal

Listamos os 4 principais desafios para quem vai começar a produzir essas jovens hortaliças

O rápido período de cultivo é um dos grandes diferenciais na hora de plantar microverdes.
Quem acompanha o blog da Yes We Grow já sabe que, além de muito nutritivas, as
miniplantinhas demandam pouco espaço e tempo de dedicação – em apenas 15 dias elas já
estão prontas para serem consumidas!

Como qualquer ser vivo, porém, os microverdes requerem alguns cuidados e pequenos
macetes podem ajudar a garantir o seu crescimento. Confira as nossas dicas:

  1. Comece com as espécies mais simples

    Escolha aquelas cujo prazo de germinação é mais curto. Outro detalhe é se atentar ao
    tamanho das sementes: as maiores costumam ser mais fáceis de plantar, devido a sua alta
    concentração de nutrientes. Basta analisar a proporção de sementes por grama – quanto
    menor o número, maior ela será. Geralmente, essa informação consta na embalagem. Para
    começar, vá de rabanete, repolho roxo, couve manteiga e rúcula.

  2. Utilize água potável

    A rega é uma etapa extremamente importante no processo de cultivo. Para evitar que a
    água seja uma possível fonte de patógenos para as plantas, recomenda-se sempre utilizar
    água filtrada e livre de cloro. Atenção, também, à rega em excesso, já que um substrato
    encharcado pode apodrecer as raízes dos microverdes.

  3. Calcule a quantidade de sementes

    Diferentemente do cultivo tradicional, em que o recomendado é utilizar poucas sementes, a
    produção de microverdes demanda um número maior. Isso porque cada sementinha vai
    germinar uma miniplanta. Entretanto, é preciso ter cuidado na hora de distribuí-las no
    substrato, para que elas não se sobreponham – quando isso acontece, a semente localizada
    na parte inferior pode apodrecer e abrir espaço para o mofo.
    Outra dica bem legal é lavar as sementes com água filtrada (sem cloro) antes de plantar,
    para eliminar qualquer possível impureza e, assim, facilitar o processo de germinação.

  4. Fique de olho no mofo

    É muito comum se deparar com esse problema, principalmente no comecinho do processo,
    quando o ambiente úmido e quentinho é altamente propício para o surgimento de bolor.
    Mas atenção, pois nem tudo é mofo! No início da fase de germinação, algumas pessoas
    acabam confundindo o nascimento de raízes bem fininhas e brancas com o fungo.
    Para identificar o problema, avalie se ele aparece em um ponto localizado e se apresenta
    pontos pretos. Caso isso aconteça, recomenda-se borrifar um pouco de água oxigenada
    volume 10 para evitar que o bolor se alastre. Além disso, é indicado higienizar os vasos e
    bandejas antes do processo de plantio e sempre verificar a data de validade das sementes.

    Cultivo descomplicado de microverdes


    A Horta Inteligente da Yes We Grow facilita ainda mais o plantio doméstico das mini-
    hortaliças. Com espaço para até seis plantas, ela conta com sistema automatizado de
    iluminação e irrigação, oferecendo uma autonomia de 25 dias para você não se preocupar
    com as regas. Além disso, o kit contempla o Mix de Plantio da marca, que garante os
    nutrientes necessários para os microverdes crescerem fortes e saudáveis!

    Aproveite todo o site em até 10 vezes sem juros e frete grátis em compras acima de R$ 249,00

Deixe uma Resposta